“Messi do gol”: um cala-boca mundial do goleiro Alisson

Créditos da imagem: Reprodução Trivela

Alisson não é o melhor goleiro do mundo à toa. Com defesas fundamentais na conquista da última Champions League, o goleiro brasileiro garantiu a classificação à final do Mundial de Clubes para um Liverpool reserva que brincou na cara do perigo contra os mexicanos do Monterrey.

O goleiro, aliás, tem sido um dos grandes nomes da equipe, que foi buscá-lo após perder a final da Champions da temporada anterior com duas falhas graves de seu então goleiro Karius.

Resumidamente, Alisson tem calado a boca de seus críticos quase que semanalmente. E apenas na bola!

Vale lembrar que, até pouco tempo atrás, o ex-goleiro de Internacional e Roma era criticado por aqueles que bravavam muito mais por preconceito do que por conhecimento.

O fato é que o goleiro não é o melhor do mundo de graça. Numa ascensão espetacular, o brasileiro, que já era bom em seus clubes anteriores, tornou-se espetacular no clube inglês, a ponto de já não se falar mais de Cássio, Ederson ou de qualquer outro jogador vestindo a camisa número 1 da Seleção.

Aliás, ponto para Tite, que o bancou mesmo sob todas as críticas.

Comprado por R$ 278 milhões, não há a menor dúvida de que exista, pelos lados de Liverpool, aqueles que pagariam muito mais se soubessem o tanto que o goleiro tem pegado.

Luva de ouro do último campeonato inglês e eleito o melhor goleiro da temporada pela FIFA, Alisson vestirá, no sábado, a camisa do Liverpool perante o Brasil inteiro.

Chamado de “Messi dos goleiros” pelo ex-preparador da Roma, será a hora de acabar com qualquer espaço de críticas que ainda possa existir.

Deixe sua opinião e colabore na discussão