O Rei e o Bobo da Corte

Créditos da imagem: Reprodução Fox Sports

É duro contestar o trabalho de Renato Gaúcho, mas…

Papa-títulos nos últimos anos, treinador gremista tem afirmado, com a usual confiança, que o seu time (ainda) é o melhor do País, em que pesem algumas atuações pouco empolgantes na temporada.

Será mesmo?

Para mim, não.

De qualquer forma, tomara seja mais um jogo de cena do safo treinador para dar moral aos seus comandados ou alguma outra coisa nessa linha e que, no seu íntimo, ele esteja pensando em soluções para retomar aquela fase da engrenagem mágica, de time flutuante e envolvente, que, não raro, encaixotava os seus rivais.

Sob pena de o Rei Renato -cotado até para eventualmente substituir Tite na Seleção Brasileira depois da Copa América- virar o Bobo da Corte, que só faz repetir “Somos o melhor time do Brasil”, ainda que não haja mais elementos que sustentem tal afirmação.

No futebol, a cobrança é constante e os créditos acumulados pouco valem.

Há poucos dias, teve até torcedor do Barcelona reclamando de Messi (!!!) após a eliminação do clube espanhol da Liga dos Campeões pelo Liverpool…

E segue o jogo.

Um comentário em: “O Rei e o Bobo da Corte

  1. Ou você não acompanha a carreira do Renato, ou é mal intencionado.

    Desde sempre ele faz isso: brinca com a imprensa e coloca pressão em seus jogadores (de forma positiva) simultaneamente – não a toa, todo jogador que já trabalhou com ele fala bem do homem – e muitos que não trabalharam, sonham em trabalhar. Renato erra sim, mas acerta mais do que erra.

    Esse post infeliz com certeza é reflexo do bom trabalho que o Sampaoli vem fazendo no time do coração do blogueiro, mas vamos esperar uns 3 anos e ver se ele vai continuar lá.

Deixe sua opinião e colabore na discussão