São Paulo e Série B: só há um Hernanes que ainda impede o rebaixamento

Créditos da imagem: SPFC

O São Paulo vacilou de novo. Como um time fraco, sem qualidade mesmo com ou sem a bola, o Tricolor Paulista caminha a passos largos rumo à disputa de sua primeira Série B.

Depois de abrir 2 a 0 em casa, contra um adversário consideravelmente ruim – a Ponte tem péssimo aproveitamento nos últimos dez jogos e já admite a briga contra o rebaixamento – o clube do Morumbi aceitou levar o empate e saiu de campo com a sensação de que poderia ser ainda pior, fosse a Macaca um time um pouco mais capaz de transformar as oportunidades em gols.

Entre o pior time da rica e vencedora história são-paulina e a Série B 2018 só há um obstáculo e ele atende pelo nome de Hernanes. O Profeta tem feito chover em todos os seus jogos pelo Tricolor. São sete gols em sete jogos. Se há um ponto de esperança na torcida tricolor, ele veste a camisa 15.

Dá dó de ver Hernanes nesse time do São Paulo. O nível do meio-campista destoa totalmente de seus companheiros. Enquanto se mata por uma simples bola, enquanto faz duma falta da intermediária um golaço e de um escanteio uma assistência, seus companheiros se esforçam para afundar cada vez mais o clube, tanto dentro quanto fora de campo.

A rixa entre Rodrigo Caio e Cueva, dois dos grandes nomes deste grupo, demonstra como o problema no São Paulo é muito maior. Mesmo assim, Hernanes se esforça para minimizá-lo fazendo gols cada vez mais improváveis.

Com a bola que joga e com os vacilos que dá, o São Paulo é candidato seríssimo à Série B e só não está com a passagem comprada justamente por causa do Profeta.

É a diferença que faz um grande jogador que realmente ama o clube em que joga. Veremos Hernanes batendo faltas e cobrando escanteios até o último segundo do fim do Campeonato Brasileiro, com o São Paulo rebaixado ou não.

A torcida tricolor precisa abraçá-lo e encarar de frente o fantasma do rebaixamento. É única forma de o time evitar o episódio mais triste de sua gloriosa história.

8 comentários em: “São Paulo e Série B: só há um Hernanes que ainda impede o rebaixamento

  1. O Hernanes é aquele tipo de jogador que em status pode não ter se tornado tudo o que se esperava dele (acabou não ganhando grandes títulos na Europa, nem se tornado um astro mundial ou disputado pelos clubes mais ricos), mas que nós sabemos que é muito melhor do que jogadores mais badalados. E é por casos assim que acho que devemos seguir o que sabemos dos jogadores, e não aceitarmos passivamente uma espécie de “carteirada” por causa do clube em que o jogador atua, que faz qualquer Fernandinho ou Douglas Costa ser presença constante na Seleção…

    1. O grande problema pra ele foi a constante indefinição sobre seu posicionamento. Uma hora era volante, outra meia-atacante, armador, etc… No fim, isso mais atrapalhou que ajudou, inclusive na Europa. Acho que, bem trabalhado, teria sido um dos melhores armadores do mundo.

Deixe sua opinião e colabore na discussão