Xeque-mate alemão: possibilidades de um futuro que pode não acontecer

Créditos da imagem: Hector Vivas/Getty Images

Fim de papo com surpresas no grupo que pode determinar o adversário da nossa Seleção nas oitavas-de-final da Copa do Mundo de 2018.

A vitória mexicana somada com o 1 a 0 da Suécia de hoje contra a Coreia do Sul coloca a favorita do grupo, Alemanha, fora da zona de classificação para próxima fase do torneio.

Ainda é a primeira rodada, sabemos, mas no momento do sorteio das chaves, poucos apostariam em um cenário de pressão contra os tetracampeões mundiais logo que de imediato.

Com a derrota inesperada dos atuais campeões para o México, as coisas começaram a girar e já se tornou possível imaginar um clássico entre Brasil e Alemanha nas oitavas de final para arrebatar nossos corações.

Isso, claro, se os alemães se recuperarem, já que menos de 24 horas depois de seu primeiro jogo, a seleção já acaba de entrar em xeque-mate na competição.

Dia 23, quando começar sua próxima partida, às 15h, a Alemanha já estará sabendo do resultado do jogo entre México e Coreia do Sul, que jogarão mais cedo, às 12h.

Isso significa que, caso a equipe latino-americana vença os asiáticos, os alemães não poderão nem pensar em perder da Suécia, já que a derrota lhes tiraria qualquer possibilidade de classificação. Além disso, num cenário menos pior, mas também pouco animador, o empate lhes traria a necessidade de vencer a Coreia e torcer necessariamente pela vitória mexicana contra a Suécia na última rodada.

Ou seja, na segunda rodada da Copa, já é vencer ou vencer para os tetracampeões mundiais.

Imagine você que mais uma vez o atual campeão pode ficar pelo caminho já no início da competição. Em 2010, a Itália, campeã de 2006, ficou na primeira fase. Em 2014, a Espanha, vencedora de 2010, também caiu com apenas dois jogos.

No entanto, caso tanto México quanto Alemanha vençam seus jogos no dia 23, combinado com uma vitória brasileira contra a Costa Rica no dia 22, a chance de termos um Brasil e Alemanha já nas oitavas-de-final será iminente.

Final antecipada?

Tudo isso, é claro, são possibilidades de um futuro que pode não acontecer.

3 comentários em: “Xeque-mate alemão: possibilidades de um futuro que pode não acontecer

  1. Olha que eu diria que, salvo um desastre mexicano contra a Coreia (o que me parece improvável), a Alemanha está a um empate com a Suécia de já cair fora na fase de grupos!

    1. Acho que se México e Suécia chegassem à ultima rodada precisando ambas de um empate para se classificarem, não fariam “jogo de comprades”. Quem gosta de fazer isso é seleçao “de peso”; seleçao pequena gosta mesmo é de se matar entre si (…)

Deixe sua opinião e colabore na discussão