W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Neymar: diabo ou anjo?

622_b9d5a598-bb22-3165-8021-437aa61302d9

Créditos da imagem: ESPN Brasil

Não existe diabo, nem anjo. A humanidade está inteira entre os oito e os oitenta, do Papa Chico ao Maníaco do Parque

Neymar se irrita com “notícias falsas” no PSG e chora no ombro de Tite depois do amistoso de hoje contra o Japão (UOL)

Ney Maravilha, maior craque do futebol brasileiro deste milênio, também é humano. Os penteados e roupas põem em xeque o bom gosto. A formação acadêmica é (no máximo) digna da FODERJ, Faculdade Odair Ernesto Júnior. As preferência musicais e coreográficas são (no mínimo) controversas.

Mas o molecote santista exibe uma longa lista de atributos: altamente profissional e responsável, dotado de um condicionamento físico extraordinário, ótimo marcador, ótimo passador, ótimo lançador, ótimo driblador, ótimo finalizador, veloz como um guepardo, resistente como uma hiena, ágil como uma gazela… E tem as qualidades que extrapolam o campo da grama: educação, inteligência, honestidade, caráter…

Este que vos escreve estudou sempre nas melhores escolas e, acreditem, ficou deslumbrado/desconcertado quando se tornou ligeiramente bem sucedido na carreira. Ney Maravilha ficou zilhões de vezes mais rico e famoso, sem nunca ter tido base acadêmica sólida, e nem de longe se tornou um monstro ególatra.

Seguiu sua condição humana, com erros e acertos, sempre vidraça, mas nunca temendo as pedradas. Sou fã declarado desde sempre, mesmo que não faça chover na Rússia, em 2018 DC, como creio piamente que fará, câmbio.

Leia também:

Fora da Copa!

Palpites da 34ª rodada do Brasileirão 2017
Sobre os "pernas-de-pau" que a torcida odeia, mas o clube adora

Escrito por:

- possui 1 artigos no No Ângulo.

Marco Bianchi é Marco Bianchi e dispensa apresentações, compreende?!


Entre em contato com o Autor

11 respostas para “Neymar: diabo ou anjo?”

  1. Fernando Prado Fernando Prado disse:

    QUE PRAZER ENORME tê-lo aqui entre nós, MARCO BIANCHI! Mesmo!

    E parabéns pela coluna que tem a sua cara: bem-humorada, sensível e fora do lugar comum!

    Bom, depois da coletiva de hoje do Tite com o Neymar, preciso dizer que gostei muito da atitude do treinador (hoje um escudo, quase uma unanimidade no País) em dar um moral para o seu jogador. Explico: apesar de ser um dos maiores jogadores do planeta, Neymar também sofre muita rejeição. E ainda que em muitos casos ele mereça mesmo ser achincalhado, todo mundo tem um limite.

    Por isso vejo com bons olhos a atitude de Tite. Só não pode deixar “deitar” agora, né?! Mas confio muito na sensibilidade do nosso melhor treinador.

    Por fim, ainda sobre o Neymar, recomendo fortemente a leitura do texto do Maurício Barros:

    http://espn.uol.com.br/post/737951_pois-neymar-segue-com-a-minha-simpatia

    Um abraço efusivo e volte mais vezes, querido Marco! Quem sabe até para ficar, compreende?! Rsrsrs 😉

  2. Vicente Prado (Coluna do Leitor) Vicente disse:

    QUE LEGAR VER ESSE CARA POR AQUI, PARABÉNS AOS ENVOLVIDOS!!!

  3. Jorge Mendes disse:

    Hum, mas é bem verdade que ele sai “de mal” de todos os clubes em que joga… Eu não gosto dele não, mas respeito as ideias divergentes.

  4. Bão demais!!!!!!!! E aqui no Brasil é assim, se o cara faz sucesso, pronto, tá morto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! O Neymar as vezes irrita por ser fominha, mas isso é normal considerando que ele joga bem mais que os outros!!!!!!!!!!!! Também sou fá!!!!!!!!!!!!!

  5. Marco Bianchi, é um prazer ter seu texto aqui no No Ângulo! E, como sempre, adorei!

    O que acho curioso é que a má vontade com o Neymar sempre foi grande. Lembra que no começo adoravam achar que o Ganso era melhor do que ele? Mesmo tendo um futebol mágico, perfeitamente “brasileiro”, parece que não aceitam essa “altivez” do Neymar, de ele ser meio que um astro pop. Nesse sentido, o Robinho quando surgiu foi muito mais bem recebido do que o Ney Maravilha (© Marco Bianchi)

    É só ver o quanto demoraram aqui no Brasil para valorizar mais o Cristiano Ronaldo, também! Adoravam fazer uma contraposição entre o “vaidoso, narcisista e egoísta” Cristiano Ronaldo contra o “humilde e avesso a badalações” Messi.

    Por aqui, no fundo, querem ou um modelo de comportamento moralista, ou um bom soldado de militância política…

    • Marco Bianchi disse:

      Obrigado, caro Gabriel Rostey: A inveja superficial é compreensível e até aceitável, mas aquela q resulta de um “raciocínio” é desumana e preocupante. Abs efusivos, até.

  6. Tadeu Miracema disse:

    O Neymar ainda é um jogador muito instável emocionalmente. Acho que essa “ambição” – até justa – de ser o melhor jogador do mundo, acaba refletindo em algumas de suas atitudes.


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano é especialista em política urbana. Com formação em gestão do esporte, também encara apaixonadamente o futebol como fenômeno cultural.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados