De Teófilo Cubillas a Quaresma: futebol, uma viagem no tempo

Créditos da imagem: Globo Esporte

Depois da repercussão do golaço de Kroos – muito semelhante ao que Fabio Baiano fez em 2000, na final do Carioca – agora foi a vez de Quaresma, o “Rei da Trivela”, proporcionar uma viagem no tempo aos fãs do futebol

Uma das coisas mais comentadas e verdadeiras sobre Copas do Mundo é sobre as lembranças que delas guardamos.

Seja sobre onde e com quem estávamos por ocasião de determinado jogo, seja sobre os lances mágicos que nunca saem de nossas memórias.

Na partida de ontem entre Portugal e Irã, o gol de Quaresma me fez lembrar de um gol de 1978, do peruano Teófilo Cubillas, contra a Escócia (e olha que eles nem são tãaao parecidos assim).

Detalhe 1: eu ainda nem era nascido naquela Copa realizada na Argentina, mas minha memória afetiva carrega as imagens daquele fantástico gol, que vi e revi tantas vezes pela televisão.

Detalhe 2: o gol de Teófilo foi de falta, ao passo que o de Quaresma foi com a bola rolando. Mas a lembrança foi minha e eu faço o que quiser com ela, ok?! Rs

Que a Copa da Rússia ainda nos proporcione muitas viagens.

E segue o jogo.

 

2 comentários em: “De Teófilo Cubillas a Quaresma: futebol, uma viagem no tempo

Deixe sua opinião e colabore na discussão