Santos, o clube que vende, vende e vende, mas está sempre sem dinheiro

Créditos da imagem: Reprodução Lance!

Será Kaio Jorge o novo salvador da pátria santista?

Eis uma escalação fictícia que, de cabeça, sem pensar muito, eu consegui fazer de jogadores revelados pelo Peixe nos últimos anos:

Rafael; Danilo*, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Alex Sandro*; Thiago Maia, Ganso (Diego) e Felipe Anderson; Rodrygo (Robinho), Neymar e Gabigol

*os laterais Danilo e Alex Sandro, figuras constantes nas listas de Tite para a Seleção Brasileira, foram revelados, respectivamente, por América Mineiro e Atlético Paranaense, mas chegaram muito novos ao Santos, onde ganharam notoriedade entre os “profissionais”. Todos os demais são crias genuínas da base santista, a mais frutífera do País.

Nem me darei ao trabalho de levantar números das transações e dos valores que entraram para o clube nos últimos tempos (já que aí eu teria de incluir tipos como Alan Patrick, Wesley, Zé Love e André e a tarefa não teria fim).

O importante é ressaltar que, entra ano, sai ano, por mais que o Santos venda seus atletas por verdadeiras fortunas (o mais recente foi Rodrygo, para o Real Madrid), o caixa do clube está sempre no vermelho.

E a culpa, claro, covarde e convenientemente, NUNCA é da administração vigente, mas sim da anterior.

É sempre mais do mesmo.

Cazuza diria que o futuro sistematicamente repete o passado no Santos e não há uma única administração que consiga quebrar esse círculo vicioso.

Afinal, os atuais dirigentes santistas devem pensar que contratar Cueva, ainda que para pagamento futuro, e atrasar salários (a mais típica receita de “como se estragar um time de futebol”) seja algo natural. Assim como perder o zagueiro Gustavo Henrique, com contrato próximo do fim, e que agora só permanecerá no clube se ele e o seu empresário assim desejarem.

E ainda há quem defenda a contratação de Alexandre Pato nos bastidores! Aí só ficaria faltando a narração do Lombardi de mais um episódio da série “parece mentira, mas não é…”.

É brincadeira?!

Mas calma, nação santista!

Calma que o Kaio Jorge, artilheiro da base santista com diversas convocações para as seleções brasileiras inferiores, vem aí e pode iniciar a partida de hoje pela primeira vez como titular entre os profissionais.

Trata-se, pois, do principal candidato a bombeiro do clube da atualidade.

O Santos merecia muito mais…

E segue o jogo.

Deixe sua opinião e colabore na discussão