Semifinais do Paulistão começam sem favoritos

Créditos da imagem: Reprodução Veja

Deu a lógica no Estadual de São Paulo: os quatro grandes carimbaram seus passaportes para as semifinais

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo prometem fazer uma disputa equilibrada. Não dá para cravar de antemão quem serão os finalistas, nem o possível campeão. E isso é muito bom para o futebol.

O Corinthians começou o ano meio capenga, mas depois de algumas rodadas Carille parece ter achado a formação ideal e o time conseguiu fazer boas apresentações. As boas fases de Gustagol, Vagner Love, Danilo Avelar e Cássio dão esperanças justas para os corintianos. Mesmo com a sofrida classificação sobre o bom time da Ferroviária.

O Palmeiras teve alguns bons momentos no ano, mas ainda está abaixo do que se espera de um time rico e cheio de boas opções. A má fase de Borja e as maluquices de Deyverson são os pontos fracos do time. Sem um comandante de ataque em bom momento fica difícil aproveitar os talentos de Dudu, Ricardo Goulart e Scarpa. Mas é um candidato forte ao título.

O Santos foi a sensação do início da temporada ao assimilar bem o esquema proposto por Sampaoli. Teve tropeços, como as derrotas por goleadas diante de Ituano e Botafogo, mas manteve uma trajetória interessante. E isso sob uma crise financeira grave, que provocou atrasos de salários e falta de verba para ampliar o elenco, ainda muito reduzido.

O São Paulo fez tudo errado nesta temporada. A trapalhada da demissão de Jardine, contratação de Cuca para início meses depois e a interinidade de Mancini -que não queria ser técnico- desenhavam uma tragédia no Paulistão. Eu duvidava que o São Paulo passaria da primeira fase. Mas Mancini conseguiu, em um time que gastou milhões em contratações duvidosas, esboçar uma boa equipe com as pratas da casa. Os meninos de Cotia dão direito ao sonho de sair da fila de títulos.

No histórico dos clássicos da primeira fase, o Corinthians leva vantagem com duas vitórias (Palmeiras e São Paulo) e um empate (Santos). O Palmeiras ganhou do São Paulo, empatou com o Santos e perdeu do Corinthians. O Santos teve dois empates (Corinthians e Palmeiras) e venceu o São Paulo. O Tricolor perdeu os três clássicos que disputou. Mas isso pouco importa agora. Decisão é decisão.

Não me arrisco a prever quem serão os finalistas. Mas, mesmo sob contestação de sua importância, o Paulistão-2019 está entregando um bom produto. Prevaleceram os grandes, mas o interior mostrou vida, principalmente com Red Bull, Ferroviária e Ituano. O torneio está sendo uma boa diversão e agora entra em melhor momento.

Deixe sua opinião e colabore na discussão