Sobre Jesus e Renato Maurício Prado: festim estrambólico – ou “conta outra, Gian!”

Jorge Jesus voltou a ser unanimidade. Só que ao contrário. Foi parte de uma trama tão inteligente quanto comprar a Praça da Sé no Mercado Livre. Já começou disfarçando mal, com a desculpa de vir pro Carnaval de abril. Maio Leia mais… »