A dança das cadeiras dos treinadores: é a indústria

“Os treinadores precisam de tempo”. Esta frase é bastante comum no mundo do futebol, especialmente o brasileiro. Clubes que demitem e trocam seus treinadores duas ou três vezes num ano, sem tempo de adaptação e desenvolvimento da “filosofia”. É verdade. Leia mais… »

A recusa de Renato Gaúcho à proposta do Corinthians foi boa para quem?

Por um lado, o técnico, olhando para seu presente, fez bem em recusar. Renato é o treinador brasileiro de maior reputação neste momento. Com a saída de cena de estrelas como Scolari, Parreira, Luxemburgo e Muricy, e Tite na seleção, Leia mais… »

Manchester City 2021: o Soneto 130 de Pep Shakespeare*

Uma forma de jogar que não requer nenhum atleta fora de série. Prescinde de velocidade e força acima da média. Tampouco exige um craque portentoso. O único requisito indispensável é a técnica. Técnica no sentido de apuro nos fundamentos do Leia mais… »

Sobre Cuca e Abel Ferreira. No pique! (exclamação)

Treinadores foram os protagonistas de uma final modorrenta Cuca assumiu o Santos num cenário de terra arrasada. Desde então, foi treinador, psicólogo, administrador e, como chegou a afirmar Marinho, até “presidente” de fato do clube antes do providencial impeachment de Leia mais… »