Só mesmo Leco e Raí podem contratar Pato

Créditos da imagem: Montagem / No Ângulo

Após mais uma derrota para um rival, a pressão para a contratação de Alexandre Pato parece aumentar pelos lados do São Paulo.

Nada que seja inédito. O Tricolor Paulista, além de ter se acostumado a ser o saco de pancadas de seus principais adversários, tem, há algum tempo, feito contratações “especiais”, que buscam apenas elevar o status estelar do time e nada mais.

Melhorar a qualidade de jogo é algo que já se tornou segundo plano no São Paulo desde que Raí assumiu, pois mesmo com o time precisando de novos jogadores para quase todas as posições, contratações como as de Nenê, Diego Souza e, neste ano, William Farias e Biro Biro mostram que o clube não tem a menor noção do que fazer para montar um bom time competitivo.

Agora, dias depois de liberar Diego Souza -o jogador já veterano comprado por R$ 10 milhões de reais- a diretoria já assume a possibilidade de trazer Alexandre Pato, na expectativa de que a eterna promessa (e atual fracasso) seja a solução para os problemas da equipe.

Vale lembrar que Pato sequer é capaz de resolver seus próprios problemas, sempre mais preocupado com a vida de popstar do que de jogador de futebol.

Se vier, será a típica contratação que somente Leco e Raí seriam capazes de fazer, incapazes de perceber e ajustar as reais deficiências do elenco tricolor.

Aliás, se existe aquela história de que pato é um animal que não nada, não corre, nem voa direito, Raí e Leco já são patos demais para um dos gigantes do nosso futebol.

Deixe sua opinião e colabore na discussão