Um mister desmoralizador!

Créditos da imagem: Reprodução/Twitter

Quando Jorge Jesus chegou ao futebol brasileiro, poucos imaginavam o estrago que seria feito pelo treinador português. Acostumados a ver um futebol sem graça, reativo, com excesso de chuveirinhos, pouca infiltração, triangulação e objetividade, nós, torcedores brasileiros, ansiávamos por alguém que nos trouxesse novos ares.

Sim, o Mister, como é conhecido, só não tem feito chover por aqui. Mas o que mais impressiona foi a sua capacidade desmoralizadora perante demais treinadores brasileiros, pois, ao compararmos o cenário de início desta temporada com o atual, há pelo menos cinco dos considerados bons treinadores que não somente fraquejaram, como se viram em xeque perante o trabalho do treinador português.

Ou alguém tem dúvida que Mano Menezes, Abel Braga, Felipão, Renato Gaúcho e Fábio Carille saem desta temporada com status bem abaixo do que começaram? Talvez, Renato seja o que menos tenha sofrido, mas o 5 a 0 na semifinal da Libertadores, além da contraprova de que é possível, sim, priorizar duas competições, fez que muito do que era pregado pelo treinador simplesmente caísse por terra de uma hora para outra.

Quantos aos outros, nem é necessário tanta explicação. Mano, Carille, Felipão e Abel, de treinadores gabaritados do nosso futebol, foram desmoralizados e derrubados por Jesus (alguns, literalmente, como no caso dos três primeiros em seus cargos).

Apenas alguns meses foram suficientes para mostrar como treinadores medianos se escondiam perante desculpas esfarrapadas de que não é possível jogar bom futebol no Brasil.

Balela!

Aliás, seria capaz que, caso Jesus não tivesse vindo, Felipão fosse campeão brasileiro, com Abel e Carille brigando pelas primeiras posições, além de um Grêmio mais uma vez classificado à final da Libertadores.

As influências de Jorge Jesus no futebol brasileiro estão muito melhores que a encomenda. Quem quiser lugar em time grande, agora, terá que se atualizar e se gabaritar, pois apenas currículo tem perdido cada vez mais espaço na paciência dos torcedores.

2 comentários em: “Um mister desmoralizador!

Deixe sua opinião e colabore na discussão