O day after da mentira. Mais um.

Por conta de um pênalti convertido ou defendido, seria recontada a História. A volta por cima do veterano daria lugar ao triunfo do novo. Nenhuma das alternativas é correta. A decisão mais apropriada seria declarar o Paulistão sem vencedores. Isso Leia mais… »

Mata-mata e Corinthians – a conveniente casa mal-assombrada no Morumbi

3 de junho de 2000. Uma data especial e constrangedora para os são-paulinos. Especial, porque o time eliminou o Corinthians do Paulistão-2000. Constrangedora, porque foi a última vez que bateu o rival num mata-mata profissional. Neste século, o São Paulo não Leia mais… »

Sortudos e azarados – Ramalhos e Guardiolas – e Mirongas

“Dei azar!” – disse Muricy Ramalho sobre pegar Guardiola e seu Barcelona na final do Mundial. Azar deu o futebol brasileiro por ter pegado Muricy. Azar dei eu. Quem acompanha meus textos desde 2008, no Fórum O Mais Querido, sabe Leia mais… »

Sobre os “debates esportivos” da TV

Cinco parágrafos sem assunto – em homenagem aos programas sem assunto Termino de assistir ao jogo da Champions League, com mais um Advil pra aturar a “narração emocionante”. Coloco na ESPN Brasil… e tiro da ESPN Brasil. Algum dos trocentos Leia mais… »

Perguntar não ofende. Mas alerta.

No filme Damned United (Maldito FC), baseado em fatos reais dos anos 1970 sobre Brian Clough (o melhor técnico inglês que jamais treinou a seleção), uma passagem chama a atenção pro jogo de amanhã. Ainda treinando o Derby County, Clough Leia mais… »